outubro 31, 2019

Introduzindo variáveis em alertas

Estamos empolgados em apresentar as alterações e melhorias mais recentes que fizemos nos alertas – agora suportamos mensagens com variáveis. Você pode usar preços, valores de indicadores, tempo de barra e outros como variáveis. Você poderá ver as alterações mais recentes quando um alerta for acionado e uma notificação for enviada.

Espaços reservados específicos para variáveis precisarão ser usados para que os valores mais recentes sejam retornados. Veja a lista de espaços reservados abaixo. Eles são especificados na caixa de diálogo em que os alertas são criados e modificados, na parte da mensagem em que você deseja receber o valor correspondente quando um alerta é acionado.

Por exemplo, você pode criar um alerta para o símbolo NASDAQ:AAPL e incluir o seguinte em uma mensagem:

{{exchange}}:{{ticker}}, Preço = {{close}}, Volume = {{volume}}

Quando um alerta é acionado, você poderá ver esses valores em vez da mensagem padrão mostrada anteriormente.

Abaixo está a lista de variáveis disponíveis.

  1. {{ticker}} – retorna o símbolo (como AAPL ou BTCUSD).
  2. {{exchange}} – Bolsa do símbolo em questão (como NASDAQ, NYSE ou AMEX). Os dados atrasados incluem um parâmetro DL ou DLY, por exemplo NYMEX_DL.
  3. {{close}}, {{open}}, {{high}}, {{low}}, {{time}}, {{volume}} – valores correspondentes na barra em que o alerta foi acionado. Alertas para indicadores, objetos de desenho e tipos exóticos de gráficos dependem do período, enquanto os alertas de preços são sempre calculados com base em um período de 1 minuto. {{time}} é o horário da barra no UTC no formato aaaa-MM-dd T HH: mm: ssZ. Por exemplo, 2019-08-27 T 09: 56: 00Z. Os valores restantes são números de pontos fixos. Por exemplo, 1245.25.
  4. {{timenow}} – hora exata em que o alerta foi acionado. É formatado da mesma maneira que o horário da barra {{time}}. É preciso em segundos, independentemente do período selecionado.
  5. {{plot_0}}, {{plot_1}},… {{plot_19}} – série correspondente de um indicador usado para definir um alerta. A série de indicadores são valores que você vê em um gráfico. Por exemplo, o indicador de volume embutido possui duas séries – Volume e Média do volume. Você pode criar um alerta no indicador e incluir o seguinte em uma mensagem:

Volume: {{plot_0}}, Média do volume: {{plot_1}}

Você verá os valores correspondentes quando um alerta é acionado.

Nota: os gráficos são numerados a partir de zero.

As mesmas regras se aplicam aos scripts escritos em Pine. As séries são contadas com base na ordem de chamada no código. Veja a lista de funções abaixo. Suas séries podem ser usadas em mensagens de notificação:

  • plot;
  • plotshape;
  • plotchar;
  • plotarrow;
  • plotbar;
  • plotcandle.

Se o argumento de série de tais funções contiver um valor booleano, 0 ou 1 será substituído na mensagem de notificação. Lembre-se de que certas funções – plotcandle e plotbar – exibem 4 séries cada, e cada uma delas será levada em consideração na lógica de numeração.

No entanto, esse método de acessar parcelas nem sempre é conveniente. Para facilitar as coisas, adicionamos suporte para chamar gráficos usando seus nomes. Para fazer isso, use o espaço reservado {{plot(“Name”)}}, onde Name é o nome da série.

Para indicadores internos, os únicos nomes suportados são os usados na versão em inglês. No exemplo com o indicador de volume para acessar séries usando seus nomes, você deve incluir o seguinte na mensagem:

Volume: {{plot (“Volume”)}}, Média do volume: {{plot (“Volume MA”)}}

Da mesma forma, para que o Pine Script acesse a série, você deve especificar o nome do argumento title da função correspondente (suportado para todas as funções de plotagem, exceto plotcandle e plotbar), e o idioma não será mais importante. Se você não tiver acesso ao código, o nome poderá ser visto nas configurações de estilo.

Por exemplo, para acessar os valores desse script:

//@version=4
study("My script")
plot(close, title="series")

Inclua {{plot(“series”)}} na mensagem de alerta.

O mesmo nome é mostrado nas configurações de script:

Ao usar vários indicadores em um único alerta, você pode consultar os valores do primeiro – o indicado na primeira lista suspensa. Veja o exemplo abaixo.

Quando um alerta inclui essas configurações, você pode consultar apenas os valores MA. Para acessar os valores do script “Meu script”, é necessário selecioná-lo na primeira lista suspensa.

Você também pode especificar novos espaços reservados no argumento de mensagem da função alertcondition. Por exemplo:

//@version=4
study("My script")
alertcondition(close>open, message="price {{ticker}} = {{close}}")

A mensagem do argumento é automaticamente puxada para a janela de mensagem na caixa de diálogo de criação de alerta. Observe que, ao criar um alerta com uma condição a partir da função alertcondition, a substituição de valor funcionará apenas para scripts v4 ou superiores.

Os valores dos alertas acionados podem ser usados junto com os webhooks enviando valores variáveis de uma mensagem para os endereços desejados. Isso abre ainda mais possibilidades para aqueles que usam alertas.